Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Renan Prates Futebol

Renan Prates

Jornalista formado pela Universidade Metodista. Foi Assessor de Imprensa da Secretaria de Segurança Pública - Conseg; redator de esportes e Estilo de Vida do Terra Networks, e, atualmente, trabalha como redator e reporter esportivo do UOL - Universo Online

E-mail: renan_prates@hotmail.com

  Messi precisa arrebentar na Copa para ser gênio
 
Arquivos

Vovôs dominam...
Ano complicado...
Falei que o início...
Caso Palmeiras
Minha seleção
Cuidado torcedor
Favoritos da bola
Sou mais o Santos...
Caso Oscar
Santos e Palmeiras Santos x Palmeiras Timão x SPFC
Clubes investem... Ronaldo 2010
Messi e a Copa
Respeito ao Peixe
Flu e o patrocínio
Guerra na Vila
O tetra do SPFC
Parada da Copa
Hexa da seleção
Palmeiras na frente
Parabéns, Timão
Peixe se complica
Timão, na moral

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gênio. Fenômeno. Melhor do mundo. Todas essas palavras estão servindo ultimamente para denominar um cara só: Lionel Messi. Ele, de fato, tem feito de tudo para conquistar os amantes do futebol nos últimos tempos. Mas na opinião deste que voz escreve, ainda falta "algo a mais" para ele ser tudo isso que estão falando, que é um titulo e uma grande atuação na Copa do Mundo.

Pode ser uma opinião um tanto quanto cruel, já que gênios da bola como Zico e Cruyff também não conquistaram um Mundial enquanto vários pernas de pau já fizeram isso, mas é fato de que o Messi do Barcelona ainda está anos luz a frente do Messi da seleção argentina.

Para os que possuem memória curta, o mesmo Lionel Messi que já encantava o mundo em 2006 foi reserva na Copa da Alemanha com uma atuação que não foi lá das melhores. Fica a pergunta: que jogo que vocês lembram que ele tenha ido muito bem com a camisa da Argentina?

Portanto, Messi, para ganhar o respeito dos mais céticos no mundo do futebol (categoria em que eu me encaixo em relação a esse assunto) precisa chegar na Copa da África do Sul e arrebentar, como fez o seu conterrâneo Diego Maradona nos Mundiais que disputou.

E claro que como brasileiro eu não quero que isso aconteça. Mas o mundo do futebol, se isso acontecer, terá mais um gênio em seus quadros. E, principalmente, um gênio que decide a favor de sua pátria, que joga no clube da mesma forma que joga na seleção.

Fale com o colunista: renan_prates@hotmail.com

 
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009