Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Renan Prates Futebol

Renan Prates

Jornalista formado pela Universidade Metodista. Foi Assessor de Imprensa da Secretaria de Segurança Pública - Conseg; redator de esportes e Estilo de Vida do Terra Networks, e, atualmente, trabalha como redator e reporter esportivo do UOL - Universo Online

E-mail: renan_prates@hotmail.com

 

2010 será um ano complicado para o Santos

 
Arquivos

Vovôs dominam...
Ano complicado...
Falei que o início...
Caso Palmeiras
Minha seleção
Cuidado torcedor
Favoritos da bola
Sou mais o Santos...
Caso Oscar
Santos e Palmeiras Santos x Palmeiras Timão x SPFC
Clubes investem... Ronaldo 2010
Messi e a Copa
Respeito ao Peixe
Flu e o patrocínio
Guerra na Vila
O tetra do SPFC
Parada da Copa
Hexa da seleção
Palmeiras na frente
Parabéns, Timão
Peixe se complica
Timão, na moral

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antes de mais nada, quero esclarecer algo que o título deste artigo possa deixar em dúvida: fui muito a favor da vitória da chapa da oposição no Santos e gostei do resultado das urnas.

Agora o amigo leitor tem todo o direito de perguntar: por que então você acha que será um ano complicado para o Santos já que o Marcelo Teixeira enfim saiu do poder?

Por isso mesmo, caro leitor. Pelo MT (posso chamá-lo assim?) ter saído do poder.

Pensamento confuso da minha parte?, De maneira alguma.

Explicando melhor: a nova chapa irá descobrir todos os "podres" da gestão anterior. Certamente, o MT irá querer reaver todo o dinheiro que investiu quando foi presidente do Santos de volta.
Não tenho dúvida de que a dívida propagada pelo ainda grupo da situação é muito menor do que a dívida real.

Estou confiante na capacidade deste grupo de empresários que irá comandar o Santos em reaver esta situação. Mas que o amigo leitor não se engane: isso não acontecerá da noite para o dia.

A favor do Santos está o fato de que não precisou cair de divisão para iniciar este processo. Os sócios foram inteligentes o suficiente para dar um basta antes que a situação ficasse insustentável.

Agora tem uma coisa que tem que ficar bem clara: a nova chapa do Santos não vai ter o direito de errar, pois lutou muito por essa "chance única" de mudança. Se isso acontecer, ela correrá o risco de ver em 2012 o grupo do MT voltar nos braços do povo no ano do centenário santista...

Fale com o colunista: renan_prates@hotmail.com

 
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009