Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Gigi

Carlos Alberto Mano Prieto - ( Gigi)

contato: carlosprieto@giginarede.com.br

   
Ah! Como eu sou bandida
 

timão...bandida

 

Parodiando esses dois comediantes que estão revolucionando o programa MetrôZorra Total da TV Globo, Rodrigo Sant’anna (Valéria) e Thalita Carauta (Janete), é como se porta o time do Corinthians com relação a sua torcida.

Atrai alucinadamente essa massa exuberante e a coloca no colo do pretendente.
Por essa razão, havia afirmado em uma crônica anterior o porquê de ser o “protagonista do inusitado”, do qual espero ter-me explicitado melhor agora.

Na ânsia de qualquer conquista tudo de imprevisto  acontece com eles, e no fundo por essa razão e pelo empenho e luta demonstrada dentro e fora de campo é de fato merecedor do título.

Mesmo até que o “apito amigo” possa vir, o qual está sempre propenso a acontecer em toda final, não tirará o brilho da conquista.

Profecias à parte, como havia citado anteriormente, o que provavelmente poderá acontecer em virtude do baixo índice técnico desse brasileirão, é que serão campeões “perdendo”.

Outro assunto preocupante com relação ao futebol é o que deixou claro o técnico Muricy Ramalho do Santos F.C. na partida de ontem contra o Bahia, às vésperas de disputar o Mundial Inter Clubes. Começou no 3x5x2 e terminou no 4x3x3.

Dúvida a uma altura dessas é complicado. Elano, totalmente fora de forma e de “órbita”. Substituição difícil para o marcador ferrenho Adriano já é uma realidade. Danilo a meu ver poderia ter sido preparado já a algum tempo como homem surpresa no meio de campo e no entanto fica como um razoável lateral.

Sei que será uma tarefa das mais difíceis criar uma estratégia para interromper a posse de bola do Barcelona, mas também não menosprezo a qualidade e supremacia que os jogadores brasileiros têm sobre o futebol estrangeiro.

Embora haja uma grita no futebol europeu sobre a influência política exercida pelos catalões, ficou “esquisito” o sorteio das chaves das finais em que sobrou para o Santos jogar contra um time do Japão ou do México, enquanto que o Barcelona joga contra um time da Tunísia ou do Qatar. Mera coincidência, ou “pura sorte”.

Como fanático que sou pela hegemonia do futebol brasileiro relembro carinhosamente  uma frase de todo aquele que se acha o bom: “Eu sou mais eu”. O Brasil com certeza estará com pensamento positivo. Portanto, PRÁ FRENTE, SANTOS FUTEBOL CLUBE.

Abraços do Gigi

Clique aqui para visualizar todas as crônicas
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009