Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Gigi

Carlos Alberto Mano Prieto - ( Gigi)

contato: carlosprieto@giginarede.com.br

   
"Pânico" no futebol
 

panico futebol

 

Elano e Dentinho com suas “Samambaias”, mal conseguem andar em campo.

Santos vence em ritmo não compatível com o espírito de uma Libertadores.

Se pretender continuar terá que se superar e muito no seu condicionamento físico, principalmente Ganso e Arouca. Já Elano está explicado acima o motivo de seu péssimo rendimento.

Um recado para Muricy, o qual julgo de suma importância, embora me refira ao óbvio e como bom jogador que ele foi, com certeza deverá estar preocupado também: ou ele elege um xerife dentro do elenco ou manda contratar um, senão será melhor ele passar a comandar o futebol feminino. Acredito que não só os boleiros entenderão este recado, mas também muitos que observam atentamente o desenrolar de uma partida.

Esse menino Neymar precisa urgentemente de um escudo que estará sendo representado pelo xerife a que me refiro. Portanto, a intimidação não é em cima de sua majestade o árbitro, e sim de forma sutil ao agressor na chamada conversa ao pé de orelha, como: “daqui a pouco eu venho te visitar” ou “se continuar batendo vai ter que se ver comigo”.

Isto me faz lembrar dos saudosos xerifões da época como Zito, Chicão, Abel, Dunga, Veron, Lugano, etc.

Na várzea então, era o personagem mor de qualquer time de futebol. Aliás, tinha time que era composto só de xerifes, e ai daquele louco que tentasse colocar as manguinhas de fora. Perdia na bola e no tapa.

Ironia pura, mas com certa lógica.

Outro recadinho importante é lembrá-lo de que a destreza do passe de Neymar não pode ser desprezada como vem acontecendo desde a chegada de Elano. Deixe-o bater as faltas e cobrar os escanteios e depois faça o seu julgamento.

Felipão sempre com sua “mulagem” às vésperas de uma decisão, pois se há um clube que foi beneficiado com a arbitragem nesta reta final, foi justamente o Palmeiras.

Abraços do Gigi

Clique aqui para visualizar todas as crônicas
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009