Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  29/05/2011 - De roupa nova, Timão sofre para bater os reservas do Coritiba: 2 a 1
 

Vencer os reservas do Coritiba não parecia ser uma das missões mais complicadas para o Corinthians. Mas, no dia em que a equipe estreou seu uniforme grená, a Fiel passou um grande sufoco. Com uma atuação irregular, o Timão sofreu para fazer 2 a 1 sobre o Coxa B, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Méritos para o criticado meia Danilo, melhor da partida e autor do gol salvador, aos 35 minutos do segundo tempo.

O triunfo mantém o clube paulista com 100% de aproveitamento – na estreia, bateu o Grêmio por 2 a 1, em Porto Alegre. A equipe dirigida por Tite, porém, tem saldo de gols inferior a São Paulo e Atlético-MG. No próximo domingo, os paulistas vão ao Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo, às 16h, no Engenhão

Já o Coritiba continua concentrado apenas na Copa do Brasil, sem dar tanta importância para o Brasileirão. O Coxa ainda não somou pontos no torneio e aparece entre os últimos. Agora, prepara-se para encarar três jogos seguidos contra o Vasco. O primeiro deles, quarta-feira, às 21h50m, em São Januário, pela final da Copa do Brasil. Os outros dois serão disputados domingo (pelo Brasileirão) e na quarta seguinte, no Couto Pereira, na grande decisão.

Timão sufoca e marca no início

O Corinthians não teve qualquer dificuldade para dominar a partida desde os primeiros minutos. Tite concentrou o jogo ofensivo pelo lado esquerdo, nas descidas do lateral Fábio Santos, amparado por Morais e Willian. Sem tanta velocidade, mas com boa atuação, Danilo virou praticamente um terceiro atacante ao encostar em Liedson e abrir espaço para os volantes se aproximarem.

E logo no comecinho, o Alvinegro chegou ao gol tirando proveito da falha de marcação na intermediária rival. Com muito espaço para encostar no campo ofensivo, Paulinho apareceu como “homem-surpresa” na entrada da área, tabelou com Willian e abriu o placar.

O Coritiba sofria para se encontrar em campo, principalmente por causa do excesso de passes errados. O buraco entre a defesa e o meio de campo facilitou o jogo corintiano. Paulinho quase repetiu a dose mas, desta vez, Vanderlei segurou. O Coxa respondeu com chute de Geraldo para boa defesa de Julio Cesar.

Apesar da superioridade técnica, o Corinthians se acomodou com a vantagem. O time diminuiu a força da marcação sob pressão e permitiu que o Coritiba começasse a tocar a bola. Mesmo assim, os paulistas seguiam melhores. No fim da etapa, reclamação de pênalti não marcado, após choque de Marcos Paulo com Paulinho.

Melhor em campo, Danilo salva o Corinthians

 O Corinthians sofreu uma baixa logo no início do segundo tempo. O lateral-direito Alessandro sentiu dores no músculo adutor da coxa direita ao fazer um cruzamento e precisou ser substituído por Moradei. O segundo gol quase veio em um lance de bola parada com Chicão cobrando falta. O goleiro espalmou para escanteio.

O Coritiba respondeu em seguida. Após cruzamento, Leonardo desviou de cabeça, a bola cruzou toda a pequena área e ninguém apareceu para finalizar. Temerosa, a torcida do Timão decidiu participar e passou a pedir o atacante Jorge Henrique, que já havia sido aplaudido quando chegava ao banco de reservas depois do intervalo. Tite atendeu, mas recebeu vaias por tirar Willian e recebeu gritos de "Burro!".

Para complicar ainda mais a situação do Timão grená, o Coritiba chegou ao empate. Cruzamento para a área e cabeçada de Leonardo em posição duvidosa: 1 a 1.

A igualdade deixou o Corinthians no desespero. O sofrimento da torcida, porém, não durou muito. Aos 35, Jorge Henrique cruzou da esquerda, Danilo apareceu na área e desviou para a rede. Explosão da torcida corintiana. No fim, o Coxa quase igualou, com uma bomba de Anderson Aquino que balançou a trave.
Fonte: Globo Esporte

Outras Notícias
 
11/06/2011 -Borges marca no final e complica o Cruzeiro, que só empata com reservas do Santos
11/06/2011 - Tite tem ataque completo e treina bola parada para enfrentar o Fluminense
11/06/2011 -Muricy lamenta expulsão contra o Cruzeiro, mas absolve meninos do Santos
11/06/2011 - Tite evita falar em antecipar a estreia do Imperador no Timão: 'Cuidado'
11/06/2011 - Real não está disposto a pagar R$ 106 milhões para contratar Neymar

02/06/2011 - Na final! Santos empata com o Cerro com sorte e competência

02/06/2011 -Após classificação, Elano e Neymar embarcam para encontrar Seleção
02/06/2011 -Muricy é atingido por objeto na cabeça: 'Não vai acontecer nada'
02/06/2011 - Corinthians admite que Renan está muito próximo de ser oficializado
02/06/2011 - Timão empresta Edno para a Portuguesa até o final da temporada
Ver todas as notícias

 
 
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009