Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Gigi

Carlos Alberto Mano Prieto - ( Gigi)

contato: carlosprieto@giginarede.com.br

   
Chocolate na mídia
  chocolate

Futebol sul-Americano, excluindo o Brasil é claro, dá um verdadeiro “chocolate” na mídia brasileira. Não houve um comentarista sequer  da crônica esportiva que não acreditasse na classificação de todos os times brasileiros na Copa Libertadores 2011.

No entanto, está aí a grande decepção, isto porque nós, da mídia brasileira, temos a mania de menosprezar os adversários sobrepujando sempre a nossa hegemonia.

 

Em determinados confrontos, até concordo. Mas, como venho afirmando em outras ocasiões, como foi o caso recente em que os cronistas do canal SPORTV menosprezavam a todo instante um desses participantes que enfrentava o Santos F.C., na fase classificatória.

Esta copa tem algo de muito especial, no qual seus integrantes dão um verdadeiro banho de raça, uma característica que foge totalmente da nossa índole. No entanto, sempre soubemos superar essa falha na condição técnica de nossos jogadores.  

Hoje, como é sabido, a evolução física está sendo o fator preponderante, e eis que aqueles que dispõem de uma técnica mais apurada acabam sucumbindo ao vigor das jogadas mais viris, o que ficou demonstrado na partida que o Santos F.C. disputou contra o América do México. Pois, Muricy preocupado com conseqüências piores mandou que seu time jogasse de freio de mão puxado, principalmente, os mais visados Neymar e Ganso.

Quisera Lampião e seu bando ainda fossem vivos, aí sim, estaríamos bem representados, pois com certeza entraríamos em campo com onze “CABRAS MACHOS”.

Como último tópico, corroborando com o pensamento de uma grande maioria, inclusive do comentário feito por José Silvério, da Rádio Bandeirantes, acredito que os abastados do nosso futebol, hoje se preocupam mais com eles mesmos na preservação de sua integridade física do que com sua projeção na mídia.

Abraços do Gigi

Clique aqui para visualizar todas as crônicas
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009