Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Gigi

Carlos Alberto Mano Prieto - ( Gigi)

contato: carlosprieto@giginarede.com.br

   
Chororô dos excluídos
 

santos x penarol

 

É duro cruzar nas ruas com torcedores de outro time que não seja o Santos F.C., após a partida de ontem pela Libertadores.

A dor de cotovelo e a inveja era tanta que a baba escorria pelos cantos da boca.

Assistia ao jogo tranqüilo em minha casa, e no apartamento abaixo do meu ouvia-se uma algazarra daquelas. A princípio, entendi a tal manifestação ser a favor do Santos, mas, eis que me surpreendi ao se lamentarem aos berros pelo gol perdido e o gol anulado do time do Penarol. Logo percebi que era um grupo de Porcos, Gambás e Bambis que torciam desesperadamente pelos uruguaios. Até que é compreensível tal demonstração, tratando-se de clubes regionais que são rivais diretos. Mesmo porque, eu também não rezo nenhuma simpatia por eles.

No dia seguinte, murmúrios e queixas por todos os cantos da cidade, alegando ter sido o Santos ajudado pelo juiz, que o time é ruim, que a defesa do Santos é um deus nos acuda, e o mais absurdo, o cai cai do Neymar nada fez. enfim lamúrias das mais difusas e diversas.

Sei, de cunho próprio, o quanto é ruim sob o calor da paixão ter que engolir o sucesso de um rival. Mas, como diz o ditado: faz parte.

De fato, o que mais incomoda a eles é a evolução desse menino Neymar. Ao ponto de uma grande maioria por despeito, é óbvio, ainda duvidar de sua autenticidade como craque que é, aliás, um termo que hoje fica muito restrito a jogadores que atuam aqui no futebol brasileiro.

No jogo de ontem, a perseguição feita pelo árbitro Amarilla sobre o Neymar me fez lembrar alguns que no passado perseguiam o Pelé, caso do Armando Marques que o desafiava a todo instante. Só que muitos respeitavam sua majestade e engoliam calados os seus xingamentos.

Abraços do Gigi

Clique aqui para visualizar todas as crônicas
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009