Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Gigi

Carlos Alberto Mano Prieto - ( Gigi)

contato: carlosprieto@giginarede.com.br

   
Fora Mano, já
 

mano menezes

Errar é “u mano ”. Persistir no erro é “teixeirisse ”.

Até quando vamos suportar! Sei que não é fácil, mesmo para outro que vier, mas as suas falhas são primárias e incoerentes. A mídia por si contribui dando palpites fora de eixo, como no caso de Robinho.

Tem sim, que persistir com os meninos até se entrosarem. Dane-se a Copa América. O que importa é ter uma base boa para disputar o Mundial.

Mesmo com os gols feitos, Jadson e Fred são muito fracos. Há que, de fato, tentar buscar outros no mercado, e já!

Não posso também deixar de criticar as “frescuras” no trato com a bola de Neymar, Daniel, Pato e Robinho.

Também não posso deixar de ignorar, em sua defesa, da preponderância do futebol força através de times com menor expressão técnica, fazendo com que torne difícil fluir a habilidade de certos jogadores, como Neymar, Robinho e até mesmo o Ganso. Haja vista, a jogada do primeiro gol brasileiro.

Paciência é o que a mídia e a torcida devem ter na expectativa de um bom entrosamento. É notório que ainda faltam alguns jogadores nessa nova composição. 

Tenho que, lamentavelmente, aceitar a regra do jogo truculento, tendo em vista os últimos jogos tanto da seleção Sub-17 quanto da seleção feminina nos campeonatos mundiais. A Sub-17 apanhou na bola e no tapa, numa apatia total. Já as meninas não tiveram uma orientação tática disciplinar e deixaram escapar uma vitória líquida e certa contra as americanas.

Para mim, principalmente, sempre defensor da hegemonia do futebol brasileiro perante o mundo, é terrível ter que adotar tal esquema. Um pouco mais de coragem, de gana e de vontade de vencer, não faz mal a ninguém.

Abraços do Gigi

Clique aqui para visualizar todas as crônicas
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009