Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Gigi

Carlos Alberto Mano Prieto - ( Gigi)

contato: carlosprieto@giginarede.com.br

   

A mulagem do PT

   
  Mula petista (montagem)

O Partido dos Trabalhadores dá um banho de como articular uma campanha eleitoral, como também de como governar um país que apresenta um dos maiores índices de corrupção no planeta. Inclusive, até a mídia considerada o “quarto poder” está em suas mãos.

Enquanto os intelectuais atacam Lula, o presidente em sua parvoíce toda, se esquecem das grandes cabeças pensantes do partido. Na surdina, elas agem nos bastidores comandando  todo o encaminhamento político da nação, fazendo com que a maioria dos partidos e, principalmente, o maioral deles, o PMDB, “coma”em suas mãos.

 

E a mídia faz a parte dela promovendo o presidente cada vez mais na condição de um populismo exacerbado.

Na reunião do G-20, ele parece um bobo da corte, e considerado pelos mandatários das grandes nações como um “cara legal”, só. O reflexo desta consideração veremos daqui para frente. Sem negar, é claro, da exuberância em que o Brasil como país emergente sobrevive.

Eu defino como “mulagem” o fato de que, apesar de todas as mazelas praticadas na conduta da articulação, cada dia que passa se revela ainda mais toda a sujeira advinda de um passado, em que chafurda a maioria dos políticos brasileiros, onde se desmascara todos os poderes e nada acontece.

Outro dia recebi um e-mail, do qual defini como genial, sobre um trabalho elaborado pelo jornal Diário do Comércio intitulado: Museu da Corrupção”.

Parabens também a uma gama de excelentes cronistas “independentes” como Reinaldo Azevedo, Pompeu de Toledo e, em especial, o Arnaldo Jabor, este a quem já rasguei vários elogios sobre as suas crônicas, e hoje, mais velho e destemido, esbanja pela sua inteligência e irreverência uma capacidade soberba de julgamento.

Embora com todo esse escracho de nossos políticos, o que nos resta é apenas esperar as próximas eleições na esperança infinita de que o povo reaja a toda essa imundice.
E, usando o linguajar popular, acredite se quiser: se ela não emplacar, é ele na fita de novo.

Abraços do Gigi

  Clique aqui para visualizar todas as crônicas
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009