Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  22/05/2011 - De virada, Corinthians derrota o Grêmio no Estádio Olímpico
 

Ambos tentavam apagar na tarde deste domingo as más lembranças remanescentes do fim de semana anterior, quando foram derrotados nas decisões estaduais. Mas apenas o vice-campeão paulista conseguiu. No Estádio Olímpico, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians venceu de virada o Grêmio - vice gaúcho - por 2 a 1, gols de Douglas para os tricolores, e Chicão e Liedson para os corintianos.

Na segunda rodada, as duas equipes voltam a jogar às 16h de domingo, contra os paranaenses da Primeira Divisão. Em Curitiba, o Grêmio visita o Atlético-PR; e em São Paulo o Corinthians recebe o Coritiba.

Duelo de táticas parecidas

Taticamente, foram duas equipes praticamente idênticas na distribuição dos jogadores. Renato Gaúcho e Tite optaram pelo 4-4-2 com meio-campo reproduzindo o desenho de um losango, o que proporcionou um confronto tático com quatro duelos pessoais: Fábio Rochemback x Morais, Ralf x Douglas, Ramírez x Adilson, e Lúcio x Paulinho - embora a marcação do camisa 11 gremista tenha ficado sob incumbência do lateral Alessandro.

Houve, neste contexto, muito equilíbrio nos enfrentamentos. Nem Grêmio nem Corinthians conquistavam espaços no campo inimigo. Victor e Julio Cesar sequer sujaram seus uniformes. Para assustá-los, sem infiltrações, as duas equipes arriscavam apenas chutes furtivos de média distância, ou então investiam nos cruzamentos - principalmente em faltas e escanteios.

Ainda no primeiro tempo, duas alterações táticas foram provocadas por uma lesão. Rodolfo torceu o tornozelo esquerdo, e foi substituído por Escudero. No Grêmio, Neuton entrou na zaga, Lúcio foi para a lateral e Escudero ingressou no meio-campo. Imediatamente, Tite inverteu seus apoiadores, passando Paulinho para a esquerda, e Ramírez à direita - postura momentânea, desfeita no segundo tempo.

Pênaltis e virada

Faltava uma vitória pessoal, um improviso, algo fora do roteiro quase matemático proposto pelas duas equipes. E este papel coube primeiro ao jovem Leandro. Com 18 anos recém-comemorados, o atacante disparou aos 12 minutos da etapa final, parando apenas ao esbarrar em Leandro Castán, dentro da área corintiana.

Nielson Nogueira Dias apontou pênalti, e na cobrança Douglas marcou: 1 a 0 para o Grêmio. Mas o empate não tardou. Oito minutos depois - já com Danilo em lugar de Morais -, foi o veterano Liedson quem buscou o drible, e desta vez o árbitro viu infração de Lúcio. Outro pênalti, convertido por Chicão. Na saída de campo, Lúcio disse que fez pênalti.

- O jogador tem de admitir quando erra - comentou.

Depois do empate, Danilo quebrou um pouco daquela monotonia entre as intermediárias, movimentando-se com interesse, buscando e criando espaços. Esta participação ganha destaque principalmente porque contribuiu para a virada corintiana: aos 29, após cobrança de lateral - como acontecera na derrota para o Inter que custou a perda do título estadual - o meia egresso da reserva cabeceou para trás, e, de voleio, Liedson decretou a vitória dos visitantes, interrompendo um ciclo de escassez de gols que, na segunda-feira, completaria um mês

Grêmio 1 x 2 Corinthians
Victor; Mário Fernandes, Saimon, Rodolfo (Escudero) e Neuton; Fábio Rochemback, Adilson (Willian Magrão), Lúcio e Douglas; Leandro e Júnior Viçosa (Lins). Julio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Ramírez (Moradei) e Morais (Danilo); Willian (Jorge Henrique) e Liedson.
Técnico: Renato Gaúcho. Técnico: Tite.
Data: 22/05/2011. Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS). Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE), auxiliado por Erich Bandeira (PE) e Carlos Berkenbrock (SC).
Gols: Douglas (Grêmio), aos 13m; Chicão (Corinthians), aos 20m; Liédson (Corinthians), aos 29m, todos no segundo tempo.
Cartões amarelos: Ramírez, Paulinho, Chicão, Jorge Henrique (Corinthians).
Público: 22.147 torcedores. Renda:R$ 378.291,00.

Fonte: Globo Esporte

Outras Notícias
 
11/06/2011 -Borges marca no final e complica o Cruzeiro, que só empata com reservas do Santos
11/06/2011 - Tite tem ataque completo e treina bola parada para enfrentar o Fluminense
11/06/2011 -Muricy lamenta expulsão contra o Cruzeiro, mas absolve meninos do Santos
11/06/2011 - Tite evita falar em antecipar a estreia do Imperador no Timão: 'Cuidado'
11/06/2011 - Real não está disposto a pagar R$ 106 milhões para contratar Neymar

02/06/2011 - Na final! Santos empata com o Cerro com sorte e competência

02/06/2011 -Após classificação, Elano e Neymar embarcam para encontrar Seleção
02/06/2011 -Muricy é atingido por objeto na cabeça: 'Não vai acontecer nada'
02/06/2011 - Corinthians admite que Renan está muito próximo de ser oficializado
02/06/2011 - Timão empresta Edno para a Portuguesa até o final da temporada
Ver todas as notícias

 
 
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009