Lista dos clubes amadores da Baixada Santista
 
 
Santos é tri da Libertadores  
Duelo entre Neymar e Messi  
Muricy mereceu o título  
Neymar faz história na Vila  
Neymar e Ganso até 2015  
Ver todas as notícias  
 
Renan Prates Renan Prates
Timão, na moral
 
Pepe

José Macia Pepe
Bombas de alegria

 

 
Ednilson Valia Ednilson Valia
Amor corintiano
 

Gustavo Grohmann

Gustavo Grohmann
Messi na Copa
 
global Coluna do Leitor
Homenagem ao Pelé
 
     
 
 
Ver todos os colaboradores
  Renan Prates Futebol

Renan Prates

Jornalista formado pela Universidade Metodista. Foi Assessor de Imprensa da Secretaria de Segurança Pública - Conseg; redator de esportes e Estilo de Vida do Terra Networks, e, atualmente, trabalha como redator e reporter esportivo do UOL - Universo Online

E-mail: renan_prates@hotmail.com

  Cuidado, torcedor santista...o Santos joga o melhor futebol do Brasil
 
Arquivos

Vovôs dominam...
Ano complicado...
Falei que o início...
Caso Palmeiras
Minha seleção
Cuidado torcedor
Favoritos da bola
Sou mais o Santos...
Caso Oscar
Santos e Palmeiras Santos x Palmeiras Timão x SPFC
Clubes investem... Ronaldo 2010
Messi e a Copa
Respeito ao Peixe
Flu e o patrocínio
Guerra na Vila
O tetra do SPFC
Parada da Copa
Hexa da seleção
Palmeiras na frente
Parabéns, Timão
Peixe se complica
Timão, na moral

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Amigos,

Com mais de dez rodadas do Paulistão transcorridas, surge a pergunta inevitável: o Santos joga o melhor futebol do campeonato no momento? Respondo de bate-pronto que sim, e digo até mais: o Santos, até o momento, é o melhor time do Brasil. E é aí mesmo que mora o problema.

O leitor mais desavisado pode me perguntar: mas o que há de problema nisso? Ora, o que eles ganharam ainda? Nada. Repito: NADA. Se o "Cirque de Soleil" santista terminar o ano sem ganhar títulos, o que que vai ficar para a história? Simples: como mais um time bom e bem montado que nadou e morreu na praia. São vários exemplos que ilustram essa premissa: a seleção brasileira de 1982, o São Paulo de 2002, e por aí vai.

Mas o futuro do Santos tem tudo para ser promissor. Até quando não estão em uma boa jornada, os comandados de Dorival Júnior conseguem ganhar. E isso é o que vale. Como o próprio Dunga diz e nisso eu concordo com ele, o que adianta jogar bem e não ganhar nada? A história guarda os vencedores e os perdedores. Não existe meio termo.

Agora analisando o time em si, tenho muitos elogios e poucas ressalvas. Fiquei empolgado com a atuação contra o Corinthians, especialmente por ter jogado assim sem o Robinho. O Marquinhos, que eu achava que tinha tudo para ser um novo Lúcio Flávio, fez um partidaço. Tomara que ele se adapte porque tem muito a acrescentar aos novos Meninos da Vila.

Duas coisas me preocupam: as constantes lesões dos laterais e a fragilidade em alguns momentos demonstrada pela zaga santista. Um amigo meu me disse outro dia que acha que o Pará faz "macumba" para que os laterais se machuquem. Antes não acreditava nisso, mas depois que o Léo foi vetado no aquecimento na última partida acho que mudei de ideia...

Quanto a defesa, sei que ela está exposta pela tática ofensiva adotada pelo Dorival Júnior e que o Dracena e o Durval estão em boa fase, mas ainda acho que o Santos dá oportunidades que se fosse contra times mais qualificados a coisa poderia ficar feia.

Enfim, apesar dos perigos, o Santos está indo muito bem. Tomara que contra o Paulista (sim, escrevo essas linhas antes do jogo de quinta) o time consiga a décima vitória seguida. E tenho dito!

Fale com o colunista: renan_prates@hotmail.com

 
www.giginarede.com.br - Todos os direitos reservados © 2009